Volta para página inicial Conheça o Monza Clube do Brasil Participe do Clube Confira a agenda do Monza Clube Mapa do site A maior montadora do país Um marco na indústria automobilística Parceiros do Monza Clube Shopping Fale Conosco
 
Clique aqui para voltar à página inicial do SOS Auto
..

Os esclarecimentos abaixo são referentes à "Motor - Retífica"

 
S.O.S. publicado em: 06/02/2008
Enviado por: Luis (Pelotas, RS)
Características do carro: Monza Hatch, 1982, gasolina

Dúvida: alguns mecânicos me falaram que esse tipo de motor não aguenta fazer somente troca de anéis, vedantes e retífica do eixo do comando, sendo o que foi feito no meu carro há cerca de um mês e meio atrás. Na ocasião, me informaram que deveria ter sido realizada os reparos na parte de baixo do motor também e que, talvez, seja esse o motivo do mesmo estar fumando quando se acelera em ponto morto.

Resposta do consultor técnico Carlos Freire: Luis, a questão não é se o motor do Monza agüente ou não e, sim, todos os motores, de qualquer marca ou modelo, que tenham folga excessiva nos cilindros ou pistões ou deformidade nas paredes dos cilindros. Um bom reparador ao abrir o motor poderá identificar o problema e os procedimentos a serem adotados. Caso os anéis de segmento estejam desgastados, ao fazer a retífica do cabeçote _onde as válvulas de escape e admissão estarão vedando melhor_ certamente o sintoma de consumo de óleo lubrificante (fumaça) do motor continuará. Repito: o reparador deverá verificar as folgas internas do motor. Somente assim terá condições de saber das reais necessidades da troca de anéis, bronzinas, mancais etc.

S.O.S. publicado em: 11/01/2008
Enviado por: Marco Valera (Birigui, SP)
Características do carro: Monza SL/E 1.8, 1985, álcool

Dúvida: estou fazendo o motor do meu Monza por completo. Como devo proceder para amaciar o mesmo e para que não fique "amarrado"?

Resposta do consultor técnico Carlos Freire: Prezado Marco, se o reparador obedecer os limites de folgas das peças móveis do motor não será preciso ter preocupação em amaciar o mesmo. Basta andar em condições normais e sem forçar o propulsor com marchas erradas. Esse é o segredo para a longevidade de um motor.

S.O.S. publicado em: 02/05/2002
Enviado por: Marcos Bozzi (Vitória, ES)
Características do carro: Monza SL/E 1.8, 1985, álcool

Dúvida: estou retificando o motor de meu Monza, sendo que a retifica me informou que o eixo irá ficar com 0,75. Comentanto com alguns amigos o caso, eles me disseram que tenho que tomar cuidado pois o eixo pode partir. É possível?

Resposta do consultor técnico Luiz Yoshimura: Marcos, os seus amigos estão corretos. Tecnicamente, a tolerância de retífica do virabrequim é de 0,50 e, neste caso, o melhor a fazer é substituir o virabrequim ou mandar fazer enchimento em alguma retífica competente.

S.O.S. publicado em: 06/09/2001
Enviado por: Marcos Roque (São Paulo, SP)
Características do carro: Monza SL/E 1.8, 1986, álcool

Dúvida: recentemente, o motor do meu carro travou. Mesmo sabendo que tanto o óleo com a água do sistema de arrefecimento estavam em seus níveis, o que poderá ter ocorrido?

Resposta do consultor técnico Luiz Yoshimura: Marcos, um motor trava apenas quando ocorre um superaquecimento e/ou falha na lubrificação. Muitas vezes você pode achar que o nível e a viscosidade do óleo estavam em condições normais, mas pode acontecer um defeito na bomba de óleo, o pescador estando parcialmente entupido pela carbonização, e reduzindo a pressão do sistema. Tenho visto muito incidente deste tipo, principalmente quando se utiliza muito o óleo sintético.

Monza Clube do Brasil - Todos os direitos reservados