Volta para página inicial Conheça o Monza Clube do Brasil Participe do Clube Confira a agenda do Monza Clube Mapa do site A maior montadora do país Um marco na indústria automobilística Parceiros do Monza Clube Shopping Fale Conosco
 
Clique aqui para voltar à página inicial do SOS Auto
..

Os esclarecimentos abaixo são referentes à "Freio de Mão"

 
S.O.S. publicado em: 05/04/2007
Enviado por: Edilson Lourenço da Silva (Rio de Janeiro, RJ)
Características do carro: Monza Hatch, 1982, álcool

Dúvida: necessito, se possível, de uma orientação como trocar o cabo de freio de Monza.

Resposta do consultor técnico Carlos Freire: Edilson, para fazer manutenção dos freios é preciso ter noção de mecânica de automóveis. O ideal é que esse serviço seja feito por um reparador profissional, pois envolve segurança. O freio de mão do Monza é dividido em dois cabos: um que vem da haste da alavanca do freio de mão e vai para a roda trazeira esquerda, e outro que sai da junção, onde é feita a regulagem para a roda traseira direita. Verifique qual o cabo que é preciso trocar, afrouxe o cabo pela regulagem, retire a roda, retire o tambor de freio e desencaixe o cabo da "tesoura" de acionamento dos patins. A montagem é operação inversa da desmontagem. Antes de ajustar o freio de mão, ajuste primeiro a altura das lonas, depois faça o ajuste do freio de mão. Atenção: cuidado para não deixar a roda presa.

S.O.S. publicado em: 30/03/2007
Enviado por: Valdinei João da Rosa (Rolante, RS)
Características do carro: Monza GLS 2.0 EFI, 1995, álcool

Dúvida: gostaria de saber porque o freio de mão, mesmo colocando cabos novos, não segura a roda? O veículo possui freio a disco nas quatro rodas, sendo que já troquei as pastilhas e pisando no freio ele é ótimo.

Resposta do consultor técnico Carlos Freire: Valdinei, o freio de mão do Monza é muito bom, seja ele a tambor ou a disco na traseira. O caso em questão só com uma inspeção visual nas peças envolvidas para saber o que está ocorrendo. Exemplos: cabo ou pinça engripados, pastilha de má qualidade e folga excessiva na haste de acionamento do freio de mão são os principais responsáveis pela má eficiência.

Monza Clube do Brasil - Todos os direitos reservados