Volta para página inicial Conheça o Monza Clube do Brasil Participe do Clube Confira a agenda do Monza Clube Mapa do site A maior montadora do país Um marco na indústria automobilística Parceiros do Monza Clube Shopping Fale Conosco
 
Clique aqui para voltar à página inicial do SOS Auto
..

Os esclarecimentos abaixo são referentes à "Fluído de Freio"

 
S.O.S. publicado em: 06/09/2001
Enviado por: Marcelo A. L. Alves (São Paulo, SP)
Características do carro: Monza SL/E 1.8, 1985, álcool

Dúvida: recentemente, troquei discos e pastilhas de freio devido ao desgaste normal de uso. Entretanto, nos ultimos dias, ao ficar com o carro freado numa descida muito acentuada, a luz de freio acende e, ao voltar com o carro no plano, ela se apaga. Não notei nenhuma perda de eficiência dos freios e, ao conferir o nível do fluído, reparei que o mesmo não se encontra no máximo.

Resposta do consultor técnico Luiz Yoshimura: Marcelo, é evidente que o motivo de a luz de freio acender é o nível baixo do fluido. Numa descida acentuada, devido à inclinação do reservatório, a bóia tende a baixar fazendo com que a luz se acenda.  Complete o fluido que o problema desaparecerá.

S.O.S. publicado em: 05/01/2001
Enviado por: Alexandre Alves (Rio de Janeiro, RJ)
Características do carro: Monza Classic SE 2.0 EFI, 1992, álcool

Dúvida: no final do ano passado fiz uma revisão geral nos freios em um posto autorizado Varga. As peças trocadas foram: discos, pastilhas, lonas, tambores, válvula equalizadora, limpeza pressurizada do sistema e troca de fluído. Após os serviços executados, os freios não estão mais perfeitos, ou seja, estão elásticos, não tem estanque (pressão da desacelaração) e, quando se pressiona o pedal até o fim, a sensação que se tem é que ele tem uma determinada faixa de atuação e, após essa faixa, ele para de atuar (o pedal vai até o fim sem travar as rodas). Não sei se tem haver, mas o fluído utilizado nesta revisão foi o DOT 4, sendo que antes era o DOT 3. Mesmo após o assentamento dos novos componentes, não houve uma melhora. Já fiz duas revisões que consta na garantia e eles nunca acham nada de anormal.

Resposta do consultor técnico Luiz Yoshimura: Alexandre, observo que os procedimentos da autorizada Varga estão corretos. O que não concordo é no fato de dizer que nada se encontrou e, por isso, fica assim mesmo, o que demonstra uma total falta de respeito com o consumidor e, principalmente, por se tratar de um item de segurança. Na hora em que a atenção gera um aumento de faturamento, foi dada a total atenção no sistema do seu veículo, descobrindo muitas deficiências que você nem imaginava existir, e você deve reclamar esta mesma atenção na execução da garantia. Creio que o seu problema seja de presença de ar no sistema  hidráulico, o que torna o pedal de freio "borrachudo". Talvez uma falha no momento de substituir o fluído de freio. Não condeno nenhuma oficina por cometer alguma falha, até porque envolve o fator humano e nem este é perfeito. Agora não atender a garantia... O que você deve fazer é retornar à loja para reclamar a situação e procure também entrar em contato com o franqueador que possui um fone 0800 que consta no seu certificado de garantia que, com certeza, tomará as providências necessárias, pois trata-se de uma emprêsa idônea. E, se com isso não resolver, você pode e deve recorrer ao Procon.

S.O.S. publicado em: 02/11/2000
Enviado por: Ricardo Leandro Dal Sasso (São Paulo, SP)
Características do carro: Monza SL/E, 1984, álcool

Dúvida: troquei as pastilhas de freio, os cilindros das rodas e o cilindro-mestre, discos, lonas e tambores. O problema é que o sistema se enche de ar quando o carro fica mais de 48 horas parado. O sistema só volta a ter freio quando rodo com o motor em alta rotação e piso várias vezes no freio, ou quando faço a sangria normal, começando pelas rodas traseiras. O que devo fazer? Adoro meu Monza e detesto vê-lo com este tipo de problema.

Resposta do consultor técnico Luiz Yoshimura: é muito provável que você tenha uma entrada de ar/vazamento de fluído em algum cilindro de roda ou em qualquer outra parte do sistema, assim como na própria tubulação. A vibração da alta rotação faz com que o ar suba para o reservatório fazendo com que volte a funcionar precariamente. Faça uma inspeção minuciosa de todo o sistema que, com certeza, solucionará o problema.

S.O.S. publicado em: 02/11/2000
Enviado por: Alex Sandro Santos Costa (Brasília, DF)
Características do carro: Monza SL/E 2.0, 1990, gasolina

Dúvida: comprei meu Monza há duas semanas e tenho uma dúvida: embaixo do pedal do freio há um vazamento (provavelmente de fluido) que chega a molhar o tapete do carro .Será que tenho de trocar algo muito caro?

Resposta do consultor técnico Luiz Yoshimura: realmente você tem um problema de vazamento de fluido de freio, que tem origem no retentor traseiro do cilindro mestre. Faça a verificação e se o meu diagnóstico for confirmado, substitua o cilindro mestre e, se necessário, também o hidrovácuo. Nem pense em economizar na manutenção de um sistema de segurança como este e observe que poderá ser muito mais caro se não trocar.

S.O.S. publicado em: 27/04/2000
Enviado por: Paulo Fernandes Jr. (São Paulo, SP)
Características do carro: Monza Classic SE MPFI, 1992, gasolina

Dúvida: a lâmpada do sistema de freio do painel digital fica acesa, mas com luz fraca. Já verifiquei a bóia do reservatório de fluido do freio e está tudo ok, ou seja, o fluido está no nível máximo e o interruptor funciona perfeitamente, acendendo a lâmpada (intensidade normal) quando simulo a falta de fluido. Gostaria de saber se pode ser algum outro problema com o freio ou se é somente problema elétrico e, se possível, as prováveis causas e solução.

Resposta do consultor técnico Luiz Yoshimura: de acordo com a sua descrição, não existe problemas no sistema de freio e, sim, no sistema elétrico do mesmo. É muito comum que isso aconteça quando se adapta algum componente elétrico no veículo, o que pode provocar algum retorno elétrico e acender a mesma. Em resumo, deve-se fazer uma boa verificação elétrica e já lhe antecipo que não será qualquer auto-elétrico que terá capacitação para tal solução.

 
Volta para página inicial Conheça o Monza Clube do Brasil Participe do Clube Confira a agenda do Monza Clube Mapa do site A maior montadora do país Um marco na indústria automobilística Parceiros do Monza Clube Shopping Fale Conosco

 Monza Clube do Brasil - Todos os direitos reservados