Volta para página inicial Conheça o Monza Clube do Brasil Participe do Clube Confira a agenda do Monza Clube Mapa do site A maior montadora do país Um marco na indústria automobilística Parceiros do Monza Clube Shopping Fale Conosco

..

..

Qual o significado desta seção? Para descobrir, leia o depoimento a seguir, ocorrido com o presidente do Monza Clube, ou seja um certo "problema de super-aquecimento" no motor do Monza.

Primeira oficina: depois de uma análise parcial, tudo indicava ser um problema na válvula termostática. Autorizei a troca da devida peça e, também, trocou-se o sensor da temperatura e o sensor da injeção. Já que o sistema de arrefecimento iria ser esvaziado, uma limpeza no mesmo foi providenciada, incluindo, é claro, a troca dos três litros de aditivo recomendados pela fábrica. Após dois dias da execução dos serviços, outra surpresa: notei que havia um 'pequeno suor' na mangueira superior quando a mesma era comprimida. Consequência: o sistema teve que ser novamente esvaziado para a troca da devida mangueira. Problema resolvido? Negativo.

Segunda oficina: o mecânico responsável fez um teste com o Kaptor 2000. Após análise, ficou constatado que o motor estava trabalhando perfeitamente. Seguindo recomendações do próprio mecânico, levei o carro a uma loja especializada em aferição de instrumentos.

Terceira oficina: após análise, o relógio da temperatura deveria ser aferido. Após a tal "aferição", mais problemas. Com o relógio "aferido" (será?), ao ligar a ventoinha o ponteiro já estava marcando bem próximo ao vermelho. O responsável pela loja alegou que a aferição estava perfeita e que o problema era no motor de meu carro. Disse-lhe que não, pois um check-up no motor tinha sido feito antes de me dirigir à sua oficina e que esta hipótese estaria descartada. Depois de insistir _melhor dizendo, discutir_ o relógio foi retirado e, de acordo com a loja, ele seria "aferido novamente". Ao sair da loja, notei que a temperatura (pelo menos no relógio) havia abaixado. Mais uma vez, estava enganado! Em pouco mais de uma mês, outro problema apareceu. Apesar da ventoinha estar ligando no tempo correto, o ponteiro da temperatura já marcava, mais ou menos, 0,5 cm acima do meio (entre o meio e o vermelho).

Quarta oficina: novamente foi feito um check-up na temperatura real e, desta vez, com um aparelho mais sofisticado que o Kaptor 2000. Pela segunda vez ficou constatado que o problema não era mecânico. Seguindo instruções, levei o carro a uma autorizada da VDO (painel de instrumentos).

Quinta oficina: após análise da VDO, constatou-se uma pequena diferença entre a temperatura real e a acusada no relógio. A oficina informou que a diferença era mínima e que estava nos "padrões adotados pela GM", ou seja, o problema não seria solucionado.

Sexta oficina: alguém, um dia, teria que apresentar uma solução. Depois de todos os testes realizados, inclusive a temperatura real no bloco do motor, o problema estava no fio terra que é ligado na bateria. Ao testar o "massa" que sai da carroceria para o painel de instrumentos, foi encontrado uma resistência. Neste caso, verificou-se que era um parafuso solto que prendia este cabo negativo e, também, um outro fio do painel que é ligado na carroceria (no interior) do veículo. Este fio, estando solto, ficava resvalando em pontos na carroceria e ocasionando toda esta oscilação que ocorria no painel _tanto é que a extremidade deste cabo encontrava-se carbonizada.

Conclusão: a ventoinha voltou a ligar quando o ponteiro chega ao meio. Na estrada, a temperatura está ficando, mais ou menos, em 1/4 do curso total do ponteiro em relação ao relógio. Segundo informações obtidas com a própria GM, o carro está trabalhando em uma temperatura ideal e não muito baixa (frio), o que acarretaria um maior consumo. Teste realizado na Rodovia dos Bandeirantes, andando entre 100 e 120 km/h (média de 110 km/h), o consumo obtido foi de 15,07 km/l." 

Para enviar seu depoimento para ser analisado, o mesmo deverá ser encaminhado para o e-mail monzaclube@monzaclube.com. Juntamente, deverá ser enviada a solução do problema. Não se esqueça de seu nome completo, e-mail, cidade e Estado. Para ler outros depoimentos de leitores do Monza Clube, clique aqui.

Volta para página inicial Conheça o Monza Clube do Brasil Participe do Clube Confira a agenda do Monza Clube Mapa do site A maior montadora do país Um marco na indústria automobilística Parceiros do Monza Clube Shopping Fale Conosco

Monza Clube do Brasil - Todos os direitos reservados